Novo endereço!

5 dez

Olá pessoal!

O nosso blog está em um novo endereço: www.soumaeeagora.com.

Esperamos vocês lá!🙂

 

Inglês para crianças

28 nov

LEIA ESTE POST EM: http://www.soumaeeagora.com/2011/11/ingles-para-criancas/

“Mãe, isso é red né? E isso é blue não é?” falou Júlia apontando para alguns objetos há um tempo atrás. Foi assim que ela mostrou que as aulas de inglês que ela assistia na escola estavam sim dando resultado. Continuei perguntando algumas coisas  ela continuou falando. Achei muito legal o resultado e passei a incentivar e dar uma ajudinha na aprendizagem de mais algumas palavrinhas.

Minha empolgação era tanta que deu vontade de colocá-la em um curso específico na hora, talvez pela minha dificuldade de aprender novos idiomas depois de adulta, eu queria aproveitar esta fase que eles aprendem tão facilmente as coisas. Mas depois parando para pensar e pesquisar mais sobre o assunto, descobrimos que não havia motivo para tanto alarde.

Descobrimos por exemplo, que dos 4 aos 6 anos de idade, o hipocampo que é a parte responsável pela memória de longa duração, não está totalmente formada, o que acaba fazendo que a criança esqueça muita coisa que aprendeu nesta fase.

Outra coisa interessante é que o período mais propício à aprendizagem, é mais longo do que pensamos, se estendendo até a puberdade. Por isso, não havia necessidade de termos tanta pressa.

Por enquanto a escolha foi deixá-la na escolinha mesmo. Ela já fica o dia todo lá e a louca aqui queria colocar mais coisa. Quem sabe mais tarde. Em casa ela assiste alguns desenhos e brinca com alguns joguinhos no computador. Sugerimos o Migonville, que é interessante e gratuito.

Para as mamães que decidirem colocar nesta faixa etária, é bom fazer uma boa pesquisa para verificar métodos de ensino, ambiente, segurança do local e etc. E é bom lembrar  que o aprendizado de novos idiomas também tem que ser algo agradável para a criança, senão pode ter efeito contrário, provocando estress e dificuldades de aprendizagem.

Mais inglês para crianças

Adianta colocar criança aos 3 anos no inglês?

A idade certa para seu filho aprender novos idiomas.

Ser ou não ser mãe?

24 nov

LEIA ESTE POST NO ENDEREÇO: http://www.soumaeeagora.com/2011/11/ser-ou-nao-ser-mae/

Tenho visto nos últimos dias diversos posts e artigos em alguns sites diferentes falando sobre a livre escolha da mulher de ser ou não mãe, sobre a imposição da sociedade ou da família de que toda mulher deve ser mãe.

Antes de entrar no assunto, queria deixar bem claro que não sou a favor de qualquer tipo de imposição por parte da sociedade ou de quem quer que seja na escolha da mulher de ser ou não mãe. Esta é uma escolha para a vida toda e que envolve centenas de aspectos e concordo que deve ser uma escolha pensada e planejada.

Mas eu não poderia deixar de colocar minha história. Quem sabe ela pode ser útil para alguma mulher que esteja pensando nesta decisão.

Minha gravidez não foi planejada. Engravidei quando tinha 22 anos. E para falar a verdade ter um filho não estava nos meus planos pelo menos nos próximos 10 anos. Meus planos eram outros. Queria terminar a faculdade, passar em um concurso público. Desejava viajar, conhecer outros países. Queria ir para  o Egito, Grécia, Itália. Queria também falar fluentemente o inglês. Comprar casa e carro também eram meus planos antes de ter filhos. Naquela época, eu gostava de dançar, de praia e cinema. Não perdia um só lançamento.  Queria escrever um livro e conseguir publicá-lo. Amava ler, e o tempo dedicado à leitura era sagrado pra mim. Gostava de estar só muitas vezes, de meditar e refletir sobre a vida.

De repente eu me vi com com um exame  positivo de gravidez na mão. A primeira coisa que veio na minha mente foi: E agora? E meus sonhos? E planos? Aquela não era hora de ser mãe. Mas passando aquele primeiro susto da descoberta, a alegria foi invadindo. E mesmo com um certo pesar, por acreditar, naquele momento, que eu tinha colocado tudo a perder, eu comecei a sentir uma imensa felicidade.

Quando a segurei nos braços pela primeira vez, eu senti algo que jamais imaginei que poderia existir. Um clímax de felicidade. A partir dali entendi o que é ser mãe e entendi principalmente que sim, aquele era o momento certo de ser mãe.

De lá pra cá, tudo na minha vida mudou praticamente. Lembra daqueles sonhos e projetos? Pois é, não realizei a maioria ainda. Sim ainda! Minha filha não foi o impedimento que pensei, ela é o gás, o combustível para eu correr atrás deles. E hoje, sonho tudo com ela. Claro que agora não tenho mais meu tempo sagrado de leitura, não vou ao cinema sempre e raramente saio para dançar. Dependo de muita gente para realizar minhas atividades diárias. Mas isso não é nada diante da imensa alegria que sinto por ela existir! E quando quero me divertir, tenho uma excelente companhia.😀

A maternidade não é um mar de rosas o tempo todo. Não é como na TV, filmes ou comerciais de margarina. É muito, é muito além de criar um filho. Problemas, dificuldades, desafios, sufoco. Seria muito mais fácil pra mim hoje trabalhar e estudar sem ter que chegar em casa e dar banho, janta, brincar, colocar para dormir, arrumar mochila. Seria muito mais fácil, guardar todo o meu dinheiro e investir em mim, na minha carreira. Mas é o amor que sinto? E as mudanças e valores que conquistei como pessoa?

Minha filha me ensinou mais coisas em 3 anos de vida do que aprendi em 22 de existência. Ela me ensinou  a entender melhor minha mãe, a amar incondicionalmente, a ser mais paciente, mais tolerante, a me doar sem desejar nada em troca. Me ensinou a não desanimar, a não ficar triste por pequenas coisas. Me ensinou que meus problemas são pequenos e principalmente que tudo isso é maravilhoso.

Hoje quero ter outro filho. Quero passar por tudo de novo, enjoos, engordar, dor, parto, quero abrir mão de novo de muitas coisas, quero ficar dias sem dormir, trocar minha vida social por tardes vendo Galinha Pintadinha por dezena de vezes seguidas. Sim quero tudo de novo, a alegria de sentir um filho mexer em minha barriga, a maravilhosa sensação de amamentar, quero beijos banguelas, quero mãos macias que acariciando e vozes finas me chamando.

Eu sou mãe! E foi a melhor coisa que me aconteceu!

Abraços nossos!

Lembrancinha de Aniversário

21 nov

LEIA ESTE POST AQUI: http://www.soumaeeagora.com/datas-comemorativas/lembrancinha-de-aniversario/

 

Aniversário sem lembrancinha não tem a menor graça. Elas fazem a alegria da criançada e dos adultos, deixam a decoração da festa mais bonita e revelam o carinho e o agradecimento do aniversariante pela presença dos convidados. Acredito nas lembrancinhas escolhidas e feitas com carinho, elas carregam melhor este sentimento.

No aniversário da Júlia de 3 anos, o tema foi jardim,optamos por confeccionar em casa mesmo e bastou uma pesquisa rápida na internet para descobrir um monte de ideias legais. No final a escolha foi: potinhos recheados de Confetti e a tampa decorada. O resultado foi este:

Fonte: Arquivo pessoal

Foi muito fácil de fazer. Os materiais compramos em uma loja de artesanato em Salvador. Cada pote custou R$1,35 cada, mas caso alguém tenha dificuldade, no mercado livre tem várias pessoas que vendem. O tecido foi retalhos, a fita é de cetim, da mais fina que encontrei. A florzinha é um botão de roupa infantil, e a etiqueta foi feita a arte em casa e impressa em papel adesivo. O custo de cada lembrancinha desta ficou em torno de R$2,20 já com as balinhas.

Como fazer

Infelizmente não tirei fotos do passo a passo na época que fizemos, mas é muito fácil:

1° – Recortamos o tecido em um círculo com 3 dedos a mais do tamanho da tampa.

2° – Lave e seque bem a tampa. Coloque um pouco de cola quente em cima da tampa e cole o tecido. Depois de seco passe cola quente na lateral da tampa e vá aos poucos colando o tecido. Obs: A cola quente seca muito rápido.

3° Depois é só fazer o mesmo com a fita de cetim.

4° Por último corte a parte que fica atrás do botão e cole também com cola quente.

5° O tecido pode ser substituído por feltro, dá um efeito muito bonito também. Para quem tem mais habilidades manuais pode fazer a tampa com biscuit, também fica muito bonito.

Fonte: Arquivo pessoal

O resultado foi muito legal, deu um charme na mesa. Variamos as cores para dar um efeito mais legal ainda. Está aí um jeito fácil de agradar crianças e adultos.

E vocês mamães, o que deram de lembrancinha no último aniversário de seus filhos?

Promoção no Minha Mãe que Disse

16 nov

LEIA ESTE POST AQUI: http://www.soumaeeagora.com/promocoes/promocao-no-minha-mae-que-disse/

 

Depois de feriadinho nada melhor do que uma promoção não é mesmo? O portal Minha mãe que disse sorteará 52 kits de etiquetas para os mais diversos objetos da marca Tikebum.

Confira o regulamento da promoção no site.

Até mais!!